Com as tags: carta Mostrar Comentários | Atalhos

  • Anedota Comentar!
    19 dias · carta, , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Uma loira num Mercedes SLK descapotável é mandada… 

    Uma loira num Mercedes SLK descapotável é mandada parar por uma mulher policia, que por acaso também era loura…
    A sua carta de condução por favor… – pede a mulher policia.
    Carta? isso o que é?
    A policia: Uma coisa pequena com a sua fotografia…
    A outra lá encontra na sua carteira um espelho pequeno de maquilhagem E ao ver-se nele diz: Encontrei, senhora guarda !!! e entrega-lhe o espelho.
    A mulher policia, olha, e ao ver-se no espelho, bate-lhe a pala e diz: Ó porra, porque é que você não disse logo que era da polícia ? vá-se lá embora, colega…
     
  • Anedota Comentar!
    176 dias · carta, , , , , , , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Meu querido filho 
Escrevo te a lápis porque… 

    Meu querido filho:

    Escrevo-te a lápis porque o nosso gato entornou o tinteiro. Por sorte, não tinha tinta!

    Há algum tempo que estás na tropa. Enquanto tu cá estavas não dávamos pela tua falta, mas agora que partiste, bem vemos que cá não estás.

    No domingo o Sr. Regedor organizou uma corrida de burros; foi pena cá não estares, ganhavas, de certeza, o primeiro prémio.

    Mandei-te umas camisas novas, que fiz com as velhas do teu pai. Quando assim estiverem, manda-mas para fazer novas para a tua irmã.

    No domingo foi a festa da terra. Pensei muito em ti, por causa da feira dos porcos.
    
O teu irmão vai casar com uma mulher. Tu já a conheces. É aquela que nos fez rir muito no enterro do teu avô.

    O nosso gato, ao atravessar a estrada, ficou sem rabo. Tem cuidado, não te vá acontecer o mesmo!

    Aqui estamos todos bem menos o tio Júlio que morreu. Espero que esta carta te vá encontrar da mesma maneira!


    Tua mãe
     
  • Anedota Comentar!
    244 dias · , carta, , , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Um velho vivia sozinho em Trás os Montes… 

    Um velho vivia sozinho em Trás-os-Montes. Ele queria cavar o seu jardim, mas era um trabalho muito pesado para a sua idade. O seu único filho, que normalmente o ajudava, estava na prisão. O velho então escreveu uma carta ao filho, na qual falava do seu problema:
    “Querido filho. Estou triste porque, ao que parece, não vou poder plantar o nosso jardim este ano. Estou muito triste por não poder fazê-lo, porque a tua mãe adorava a época do plantio depois do inverno. Mas eu estou velho demais para cavar a terra. Se tu estivesses aqui, eu não teria esse problema, mas sei que tu não podes ajudar-me no jardim, pois estás na prisão.
    Com amor, teu pai.”
    Pouco depois o pai recebeu o seguinte telegrama:
    “Pelo amor de Deus, pai, não cave o jardim! Foi lá que eu escondi os corpos!”
    Às quatro da manhã do dia seguinte, uma dúzia de agentes da Judiciária e polícias apareceram e cavaram o jardim inteiro, sem encontrar nenhum corpo. Confuso, o velho escreveu uma carta para o filho contando o que acontecera. Recebeu a seguinte resposta:
    “Pai! Espero ter ajudado. Já pode plantar o jardim.”
     
  • Anedota Comentar!
    331 dias · , , carta, , , , , , , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Mê querido filho Ponho te estas poucas linhas… 

    Mê querido filho.
    Ponho-te estas poucas linhas que é para saberes que tôu viva.
    Escrevo devagar porque sei que não gostas de ler depressa. Se receberes esta carta, é porque chegou. Se ela não chegar, avisa-me que eu mando outra.
    O tê pai leu no jornal que a maioria dos acidentes ocorrem a 1 km de casa.
    Por isso, mudámos pra mais longe.
    Sobre o casaco que querias, o tê tio disse que seria muito caro mandar-lo pelo correio por causa dos botões de ferro que pesam muito. Assim, arranquei os botões e meti-os no bolso. Quando chegar aí, prega-os de novo.
    No outro dia, houve uma explosão na botija de gás aqui na cozinha. O pai e eu fomos atirados pelo ar e caímos fora de casa. Que emoção! Foi a primeira vez em muitos anos que o tê pai e eu saímos juntos.
    Sobre o nosso cão, o Joli, anteontem foi atropelado e tiveram de lhe cortar o rabo, por isso toma cuidado quando atravessares a rua.
    Na semana passada, o médico veio visitar-me e colocou na minha boca um tubo de vidro. Disse para ficar com ele por duas horas sem falar. O tê Pai ofereceu-se para comprar o tubo.
    Tua irmã Maria vai ser mãe, mas ainda não sabemos se é menino ou menina. Portanto, nã sei se vais ser tio ou tia.
    O tê mano Antóino deu-me hoje muito trabalho. Fechou o carro e deixou as chaves lá dentro. Tive de ir a casa, pegar a chave suplente para a abrir. Por sorte, cheguei antes de começar a chuva, pois a capota estava em baixo.
    Se vires a Dona Esmeralda, diz-lhe que mando lembranças. Se nã a vires, nã digas nada.
    Tua Mãe Mariana
    PS: Era para te mandar os 100 euros que me pediste, mas quando me lembrei já tinha fechado o envelope.
     
  • Anedota Comentar!
    389 dias · , carta, , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Havia uma professora que não tinha ensinado nada… 

    Havia uma professora que não tinha ensinado nada aos alunos, e então recebeu uma carta a avisá-la que iria receber em breve a visita de um inspector.
    Ela então explicou aos alunos o que se ia passar, e que eles não deveriam ficar nervosos, e que quando não soubessem alguma coisa que ele lhes perguntasse, que olhassem para ela que ela iria arranjar uma maneira de ajudá-los.
    Assim foi, no dia da visita o inspector escreve no quadro a letras grandes CANETA.
    – Pode ser esse menino aí na primeira fila. Leia isto em voz alta.
    O garoto olha para a professora, que, enquanto o inspector estava a escrever, pegou numa caneta e começa a soletrar:
    – Ca-ne-ta!
    – Sim senhor, agora isto.
    – e volta a escrever, desta vez BORRACHA
    – Você aí ao lado agora. Mesma cena, e o garoto:
    – Bo-rra-cha!
    – Hmm afinal isto não está assim tão mal quanto diziam. Bem mais uma vez, agora aquele menino lá no fundo.
    – e ele escreve SINO O garoto aflito a olhar para a professora que estava a sacudir a mão fechada para cima e para baixo como quem está a tocar o sino.
    – Pu-nhe-ta
     
  • Anedota Comentar!
    425 dias · carta, ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    A mulher despede se do marido que vai… 

    A mulher despede-se do marido que vai trabalhar noutro país: – Quero notícias tuas todos os meses, prometes?
    Ele: – Por carta ou por e-mail?
    Ela: – Por cheque.
     
  • Anedota Comentar!
    476 dias · , , carta, , , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Dois casais um de brasileiros e outro de angolanos estavam… 

    Dois casais, um de brasileiros e outro de angolanos, estavam a jogar cartas e uma carta caiu debaixo da mesa. 
O angolano baixou-se para apanhar a carta e deu uma olhada na boazona da mulher do brasuca por momentos.
Ela estava sem cueca. Alguns minutos depois o mangolé, a transpirar, levantou-se para beber água e a mulher do brasileiro disfarçou e foi atrás dele. Chegando à cozinha ela perguntou:


    – E aí? O que achou?
    

- Maravilhoso – respondeu o mangolé.


    – Qualquer 1.000 dólares e a gente conversa – disparou a brasileira safada e oportunista, porém gostosa.
    

- Tudo bem, é só dizer quando!


    – Amanhã à tarde o meu marido não estará em casa  e você  pode ir lá.


    – Combinado!


    No outro dia à tarde, o angolano chegou na hora marcada, pagou os 1.000 duras e comeu a mulher do brasileiro.

Serviço completo. 

    No fim da tarde, o brasileiro chega do trabalho e pergunta à mulher:


    – O angolano esteve aqui hoje à tarde?


    – Sim, respondeu a mulher assustada.


    – Deixou 1.000 dólares?
    

- Sim, respondeu a mulher, completamente apavorada.
    

- Ufa! Que alívio.

Aquele mbumbo filho da puta esteve no meu escritório pela manhã, me pediu 1.000$  emprestados e disse que passava aqui hoje à tarde sem falta para me pagar.
     
  • Anedota Comentar!
    500 dias · , carta, , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Um açougueiro entra no escritório de um advogado… 

    Um açougueiro entra no escritório de um advogado e pergunta:
    – Doutor, se um cachorro solto na rua entra num açougue e rouba um pedaço de carne, o dono da loja tem direito a reclamar o pagamento do dono do cachorro?
    – Sim, é claro – responde o advogado.
    – Então, o senhor me deve 8 reais. Seu cachorro estava solto e roubou um filé da minha loja!
    Sem reclamar, o advogado preenche um cheque no valor de 8 reais e entrega ao açougueiro. Alguns dias depois, o açougueiro recebe uma carta do advogado, cobrando 200 reais pela consulta.
     
  • Anedota Comentar!
    503 dias · , carta   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Encontram se dois alentejanos Pergunta um deles … 

    Encontram-se dois alentejanos. Pergunta um deles: – “Atão compadri, já conseguiste a carta de condução?”
    Responde o outro: – “nam, chumbê”
    Pergunta o primeiro: – “como é que foi isso?”
    Resposta: – “ora, cheguê a uma rotunda onde tava um sinal a dizer 30!”
    – “E atão?”
    – “Dê 30 voltas à rotunda.”
    – “E depois?”
    – “Chumbe!”
    Diz o primeiro: – “Atã, contaste mal?”
     
  • Anedota Comentar!
    573 dias · , , carta, , , , , , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Mê querido filho Ponho te estas poucas linhas… 

    Mê querido filho
    Ponho-te estas poucas linhas que é para saberes que tôu viva.
    Escrevo devagar porque sei que não gostas de ler depressa. Se receberes esta carta, é porque chegou. Se ela não chegar, avisa-me que eu mando outra.
    O tê pai leu no jornal que a maioria dos acidentes ocorrem a 1 km de casa. Por isso, mudámo-nos pra mais longe.
    Sobre o casaco que querias, o tê tio disse que seria muito caro mandar-to pelo correio por causa dos botões de ferro que pesam muito. Assim, arranquei os botões e meti-os no bolso. Quando chegar aí prega-os de novo.
    No outro dia, houve uma explosão na botija de gás aqui na cozinha. O pai e eu fomos atirados pelo ar e caímos fora de casa. Que emoção: foi a primeira vez, em muitos anos que o tê pai e eu saímos juntos.
    Sobre o nosso cão, o Joli, anteontem foi atropelado e tiveram de lhe cortar o rabo, por isso toma cuidado quando atravessares a rua.
    Na semana passada, o médico veio visitar-me e colocou na minha boca um tubo de vidro. Disse para ficar com ele por duas horas sem falar. O tê Pai ofereceu-se para comprar o tubo.
    A tua irmã Maria vai ser mãe, mas ainda não sabemos se é menino ou menina. Portanto, nã sei se vais ser tio ou tia. O tê mano Antóino deu-me hoje muito trabalho. Fechou o carro e deixou as chaves lá dentro. Tive de ir a casa, pegar a suplente para a abrir. Por sorte, cheguei antes de começar a chuva, pois a capota estava aberta.
    Se vires o Sr. Alcino, diz-lhe que mando lembranças. Se nã o vires, nã lhe digas nada.
    Tua Mãe Mariana
    PS: Era para te mandar os 100 euros que me pediste, mas quando me lembrei já tinha fechado o envelope.
    DESCULPA a minha lêtra, mas eu tenho andado muito rouca.

     
  • Anedota Comentar!
    643 dias · , , , carta, , , , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    O Joãozinho queria muito uma bicicleta nova A… 

    O Joãozinho queria muito uma bicicleta nova. A mãe dele decidiu que seria uma boa oportunidade para ele tomar consciência das suas atitudes:

    • Bem Joãozinho, agora não é época de Natal e nós não temos dinheiro para ir comprar qualquer coisa que tu queiras. Que tal escreveres uma carta para Jesus e pedires para ganhar uma bicicleta?

    Ele finalmente resolveu se sentar e escrever a tal carta:

    • Querido Jesus, fui um menino bonzinho este ano e gostaria de ganhar uma bicicleta nova. Seu amigo, Joãozinho.

    Mas Joãozinho lembrou-se que, na verdade, Jesus sabia que tipo de menino ele era. Então, rasgou a carta e resolveu tentar mais uma vez.

    • Querido Jesus, tenho sido um menino querido este ano e quero uma bicicleta nova. Sinceramente, Joãozinho.

    Bem, o Joãozinho sabia que não estava a ser totalmente honesto, portanto rasgou a carta mais uma vez e tentou novamente.

    • Querido Jesus, acho que fui um menino bem comportado este ano. Posso ganhar uma bicicleta ? Joãozinho.

    Foi então que o Joãozinho olhou para o fundo da sua alma, o que, aliás, era o que mãe dele queria desde o começo. Amassou mais uma vez a carta, saiu para a rua e entrou numa igreja. Meditou sobre o que ia fazer e repentinamente agarra numa imagem de uma Santa e sai a correr para casa. Escondeu a Santinha em baixo da cama dele e escreveu a seguinte carta:

    • Jesus, tenho a Tua mãe! Se queres vê-la novamente, dá-me uma bicicleta! Assinado: Você sabe quem.

     
  • Anedota Comentar!
    660 dias · , , , carta, , , , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Joãozinho falava com sua mãe pedindo uma bicicleta… 

    Joãozinho falava com sua mãe pedindo uma bicicleta nova. Sua mãe decidiu que seria uma boa oportunidade para ele tomar consciência das suas atitudes e falou:

    • Bem, Joãozinho, agora não é época de Natal e nós não temos dinheiro para ir comprar qualquer coisa que tu queiras. Que tal escreveres uma carta para Jesus e pedir para ganhar uma bicicleta?

    Ele finalmente resolveu se sentar e escrever a tal carta:
    “Querido Jesus: Fui um menino bonzinho este ano e gostaria de ganhar uma bicicleta nova. Seu amigo, Joãozinho.”
    Mas Joãozinho lembrou-se que, na verdade, Jesus sabia que tipo de menino ele era. Então, rasgou a carta e resolveu tentar mais uma vez.
    “Querido Jesus: Tenho sido um menino querido este ano e quero uma bicicleta nova. Sinceramente, Joãozinho.”
    Bem, Joãozinho sabia que não estava a ser totalmente honesto. Rasgou a carta mais uma vez e tentou novamente.
    “Querido Jesus: Acho que fui um menino bonzinho este ano. Posso ganhar uma bicicleta ? Joãozinho.”
    Foi então que Joãozinho olhou para o fundo de sua alma, o que, aliás, era o que sua mãe queria desde o começo. Amassou mais uma vez a carta e saiu para a rua e entrou numa igreja. Meditou sobre o que ia fazer e repentinamente agarra numa imagem de uma santa e sai a correr para casa. Escondeu a santinha em baixo da sua cama e escreveu a seguinte carta:
    “Jesus, tenho a sua mãe! Se quiser vê-la novamente, dê-me uma bicicleta!
    Assinado: Você sabe quem.”

     
  • Anedota Comentar!
    789 dias · carta   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Lição de Física. Pergunta o pai:

    • Chiquinho: Qual é a utilidade do vapor que faz levantar a tampa da cafeteira quando a água ferve?
    • A utilidade… a utilidade… Já sei. Serve para a mamã abrir as cartas antes que o paizinho as veja.

     
  • Anedota Comentar!
    790 dias · carta   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    — Estou apavorado! Recebi uma carta em que um homem diz que me matará se eu não me afastar da sua mulher.
    — Ora, o que tens a fazer é afastar-te dela.
    — Sim, mas acontece que o homem não assinou a carta.

     
  • Anedota Comentar!
    791 dias · carta   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Um doido estava a escrever uma carta, quando o médico chegou, viu e concluiu:
    — Este aqui deve estar bom. Já escreve cartas!
    Chegou perto dele e perguntou:
    — Para quem é essa carta?
    — É para mim mesmo, doutor, eu nunca recebo cartas de ninguém.
    — E o que diz a carta?
    — Como é que eu posso saber se ainda não a recebi?

     
  • Anedota Comentar!
    791 dias · carta,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    — Rapaz: onde puseste a carta que deixei em cima da secretária?
    — Deitei-a no correio.
    — Estúpido! Não viste que ainda não tinha direcção no sobrescrito?
    — Vi, sim, senhor. Mas pensei que o patrão não queria que se soubesse para onde ela ia.

     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar