Com as tags: rua Mostrar Comentários | Atalhos

  • Anedota Comentar!
    6 dias · , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Ia uma loira a passear na rua quando… 

    Ia uma loira a passear na rua quando se cruza com um espelho. Muito espantada diz: eu já vi esta em qualquer lado. Passado pouco tempo ela lembra-se:
    – Ah!!! é aquela estúpida que quando eu vou ao cabeleireiro está sempre a olhar para mim!
     
  • Anedota Comentar!
    84 dias · , , , , , , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Um fulano estava a caminhar numa rua e… 

    Um fulano estava a caminhar numa rua e viu uma placa onde estava escrito: “Clínica Médica: Tratamos qualquer doença, com resultado garantido, ou seu dinheiro de volta a dobrar.” e pensou:
    – Estes gajos estão-se achando muito espertos, mas vou enganá-los e ainda sacar alguma massa. Entrou na clínica, pagou a consulta e o médico recebeu-o sorridente:
    – Bom dia, o que o traz por cá?
    – Doutor, estou aqui com um grande problema, perdi o meu paladar, não consigo sentir o gosto de nada. Água, café, feijão, arroz, tem tudo a mesma falta de gosto.
    E o médico:
    – Ah, sim senhor. Enfermeira, por favor traga-me o frasco número 13.
    E veio um frasco cheio de merda. O médico encheu uma colher e enfiou-a na boca do paciente.
    – O que é isso?! O senhor deu-me merda?! Está doido?!
    E o médico imediatamente:
    – Pronto, recuperou seu paladar, está curado!
    O fulano saiu lixado da vida pensando:
    – Desgraçado, dessa vez apanhou-me, mas agora tenho que recuperar o meu dinheiro. Desta vez vai ser infalível.
    Uns dias depois entrou na clínica, pagou novamente a consulta e …
    – Ora, ora! O senhor aqui de novo?!
    E o paciente:
    – Como assim, de novo? Quem é o senhor? Quem sou eu? Perdi minha memória! O que estou a fazer aqui?
    O médico sem pestanejar:
    – Ah, estou a ver! Enfermeira, o frasco 13, por favor.
    – O frasco 13 de novo não, porra!
    – Maravilhoso! Recuperou a memória. Está curado!
    E o fulano, pior que estragado:
    – Mas que grande filho da puta! Levou-me o dinheiro de novo! Não é possível! Dessa vez não lhe vou dar hipótese!
    Uma semana depois lá estava ele de novo:
    – Mas vejam só, o senhor novamente! Em que posso ajudá-lo dessa vez?
    – Pois é doutor, estou perdido de vez, perdi o tesão. Não tenho mais vontade de foder ninguém. Vejo a Catarina Furtado, a Madona, a Shakira, a Carla Perez, a dançarina da boite e nada! Não tenho mais vontade nenhuma!
    O médico pensou um pouco e solicitou:
    – Enfermeira, o frasco …
    Diz o paciente muito depressa e enraivecido:
    – Se vier com essa merda do frasco 13 mais uma vez eu fodo-o, doutor. Fodo-o a si, fodo a enfermeira, fodo a menina da recepção e fodo toda a gente desta clínica filha da puta. Fodo-os a todos!
    – Pronto! Já recuperou a sua tesão novamente! Já está curado!
     
  • Anedota Comentar!
    98 dias · , , , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Dois funcionários e o gerente de uma empresa… 

    Dois funcionários e o gerente de uma empresa saem para almoçar e na rua encontram uma antiga lâmpada a óleo. Eles esfregam a lâmpada e de dentro dela sai um gênio. O gênio diz: “Eu só posso conceder três desejos, então, concederei um a cada um de vocês”.
    “Eu primeiro, eu primeiro”, grita um dos funcionários. “Eu quero estar nas Bahamas dirigindo um barco, sem ter nenhuma preocupação na vida!” Puf! e ele se foi.
    O outro funcionário se apressa a fazer o seu pedido: “Eu quero estar no Havaí, com o amor da minha vida e um provimento interminável de pinas coladas!” Puf e ele se foi.
    “Agora você”, diz o gênio para o gerente. “Eu quero aqueles dois de volta  ao escritório logo depois do almoço”, diz o gerente.
     
  • Anedota Comentar!
    201 dias · , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Cúmulo da Rapidez
Cagar da janela do 25º andar… 

    Cúmulo da Rapidez

    Cagar da janela do 25º. andar de um edifício, descer a correr pelas escadas e ao chegar à rua olhar para cima e ver o cú a fechar.
     
  • Anedota Comentar!
    232 dias · , , , , rua, ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Uma velha morreu e dentro da capela estava… 

    Uma velha morreu e dentro da capela estava muita gente a velar por ela…
    Cá fora passou um rapaz com a sua velha bicicleta…parou a bicicleta ao lado das escadas e entrou na igreja para se despedir da velha senhora.
    Quando chegou cá fora, reparou que lhe tinham roubado a bicicleta e começou a chorar compulsivamente.
    Nisto passa uma senhora na rua e, cheia de pena do rapaz, pensando que ele chorava pela vizinha, diz-lhe: – “Não fiques assim, meu filho… ela já era velhinha!”.
    O rapaz, muito indignado, responde: “Era velhinha, mas eu montava nela todos os dias!”.
     
  • Anedota Comentar!
    255 dias · , , , , , , , , , , , , , , , , , , , rua,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Numa escola de Lisboa onde há alunos de… 

    Numa escola de Lisboa, onde há alunos de vários estratos sociais, durante uma aula de Português, a professora perguntou:
    – Dêem exemplos de frases com a palavra ÓBVIO?
    Cátia Vanessa, uma das alunas mais aplicadas da turma, sempre muito bem vestida, ar de menina bem, respondeu:
    – Senhora professora, hoje acordei bem cedo, ao nascer do sol, depois de uma óptima noite de sono no conforto do meu quarto. Desci a enorme escadaria da minha vivenda e fui à copa onde tomei o pequeno-almoço. Depois de me deliciar com as mais apetitosas iguarias fui até à janela que dá para o jardim. Vi a porta da garagem aberta e que lá se encontrava guardado o Ferrari do meu pai. Pensei cá com os meus botões: ‘É ÓBVIO que o papá foi trabalhar de Mercedes’.
    Luís Cláudio, aluno de família classe média, não quis ficar atrás e disse:
    – Professora, hoje não dormi nada bem porque o meu colchão é um bocado duro, mas apesar disso ainda consegui dormir alguma coisa. Tinha ligado despertador e por isso acordei a horas. Levantei- me cheio de sono, comi um pão torrado com manteiga e tomei café com leite. Quando sai para a escola vi o Fiat Uno do meu pai parado na garagem. Disse cá para comigo: ‘É ÓBVIO que o pai não devia ter gasolina e foi trabalhar de autocarro’.
    Embalado na conversa, Geofredo Motumba Júnior, um preto da Cova da Moura, também quis responder:
    – Féssora, hoje eu quasi num dormiu porqui houve cunfusão lá nos meu rua, com tiro e tudo. Só acordei di manhã porque estava a esmorrer di fome, mas num havia nada pra comer lá nos casa. Espreitei pela janela e viu os minha vó vistido cum os camisola dus Porto e cos jornal dibaixo dus braço e aí eu pensou: ‘É ÓBVIO qui vai cágá. Num sabi ler!!!’.
     
  • Anedota Comentar!
    274 dias · , , , , , , , , , rua, ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Ti Maneli alentejano de Castro Verde pensou bem… 

    Ti Maneli, alentejano de Castro Verde, pensou bem e decidiu que os ferimentos que sofreu num acidente de trânsito eram sérios o suficiente para levar o dono do outro carro a tribunal. No tribunal, o advogado do réu começou por perguntar ao Ti Maneli: – O Senhor na altura do acidente não disse “Estou óptimo”?
    Ti Maneli responde: – Bem, ê vô contar o que aconteceu. Eu tinha acabado de colocar a minha mula favorita na camionete…
    – Eu não pedi detalhes! – Interrompeu o advogado. – Responda somente à questão: – O Senhor não disse na cena do acidente: “Estou óptimo”?
    – Bem, eu coloquê a mula na camionete e estava descendo a rua…
    O advogado interrompe novamente e diz: – Meritíssimo, estou tentando estabelecer os factos. Na cena do acidente este homem disse ao soldado na GNR que estava bem. Agora, várias semanas após o acidente ele está tentando processar o meu cliente, e isto não pode ser. Por favor, poderia dizer-lhe que deve responder somente à minha pergunta.
    Mas, nesta altura, o Juiz mostra-se muito interessado na resposta do Ti Maneli e diz ao advogado: – Eu quero ouvir a versão dele.
    Ti Maneli agradece ao Juiz e prossegue: – Como ê estava dizendo, coloqê a mula na caminete e estava descendo a rua quando uma pickup passou o sinal vermelho e bateu num lado da minha caminete. Eu fui lançado fora do carro para um lado da rua e a mula foi lançada pro outro lado. Eu fiquei muito ferido e mal me podia mexer. Mas eu conseguia ouvir a mula zurrando e grunhindo e, pelo barulho, percebi que ela estava muito ferida. Em seguida chegou o soldado da GNR. Ele ouviu a mula gritando e zurrando e foi ver como ela estava. Depois de ter olhado bem prá mula, abanou a cabeça, pegou na pistola e deu-lhe três tiros. Depois ele atravessou a estrada com a arma na mão, olhou para mim e disse: – A sua mula estava muito mal e eu tive que a abater. E o senhor, como é que se está a sentir?
    – Aí ê pensê bem e disse: … Eu? Estou óptimo… Porra ia dizer que tava mal, nã???
     
  • Anedota Comentar!
    401 dias · , , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Um homem na rua a certa altura passa… 

    Um homem na rua a certa altura passa pelo que parecia um jardim de uma qualquer instituição de apoio a malucos, rodeado por uma cerca de tábuas de madeira, ouve do outro lado umas vozes a entoar:
    – Treze! Treze! Treze!
    Curioso, procurou um buraquinho numa das tábuas, por onde pudesse espreitar. Feito isto, alguém lhe espeta um dedo no olho e o homem recua meio atarantado, ao que se ouve de imediato:
    – Catorze! Catorze! Catorze!
     
  • Anedota Comentar!
    410 dias · , , , , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Um açougueiro entra no escritório de um advogado… 

    Um açougueiro entra no escritório de um advogado e pergunta:
    – Doutor, se um cachorro solto na rua entra num açougue e rouba um pedaço de carne, o dono da loja tem direito a reclamar o pagamento do dono do cachorro?
    – Sim, é claro – responde o advogado.
    – Então, o senhor me deve 8 reais. Seu cachorro estava solto e roubou um filé da minha loja!
    Sem reclamar, o advogado preenche um cheque no valor de 8 reais e entrega ao açougueiro. Alguns dias depois, o açougueiro recebe uma carta do advogado, cobrando 200 reais pela consulta.
     
  • Anedota Comentar!
    431 dias · , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Duas loiras estavam a passear na rua. Às tantas uma diz: “Oh, olha ali, um passarinho morto !” – A outra olha para o céu e pergunta: “Aonde ?”

     
  • Anedota Comentar!
    455 dias · , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    — O meu avô é tão importante que… 

    — O meu avô é tão importante que todos lhe chamam excelência — dizia o neto de um embaixador.
    O sobrinho de um cardeal diz:
    — Isso não é nada. O meu tio é tão ilustre que todos lhe chamam eminência.
    Diz o outro:
    — Olha que grande coisa! O meu pai, só por ser gordo, quando passa na rua toda a gente exclama: meu Deus!
     
  • Anedota Comentar!
    552 dias · , , , , , , , , , , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    O Joãozinho queria muito uma bicicleta nova A… 

    O Joãozinho queria muito uma bicicleta nova. A mãe dele decidiu que seria uma boa oportunidade para ele tomar consciência das suas atitudes:

    • Bem Joãozinho, agora não é época de Natal e nós não temos dinheiro para ir comprar qualquer coisa que tu queiras. Que tal escreveres uma carta para Jesus e pedires para ganhar uma bicicleta?

    Ele finalmente resolveu se sentar e escrever a tal carta:

    • Querido Jesus, fui um menino bonzinho este ano e gostaria de ganhar uma bicicleta nova. Seu amigo, Joãozinho.

    Mas Joãozinho lembrou-se que, na verdade, Jesus sabia que tipo de menino ele era. Então, rasgou a carta e resolveu tentar mais uma vez.

    • Querido Jesus, tenho sido um menino querido este ano e quero uma bicicleta nova. Sinceramente, Joãozinho.

    Bem, o Joãozinho sabia que não estava a ser totalmente honesto, portanto rasgou a carta mais uma vez e tentou novamente.

    • Querido Jesus, acho que fui um menino bem comportado este ano. Posso ganhar uma bicicleta ? Joãozinho.

    Foi então que o Joãozinho olhou para o fundo da sua alma, o que, aliás, era o que mãe dele queria desde o começo. Amassou mais uma vez a carta, saiu para a rua e entrou numa igreja. Meditou sobre o que ia fazer e repentinamente agarra numa imagem de uma Santa e sai a correr para casa. Escondeu a Santinha em baixo da cama dele e escreveu a seguinte carta:

    • Jesus, tenho a Tua mãe! Se queres vê-la novamente, dá-me uma bicicleta! Assinado: Você sabe quem.

     
  • Anedota Comentar!
    553 dias · , , , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Um político sério um advogado generoso e o… 

    Um político sério, um advogado generoso e o Pai Natal estavam a andar pela rua quando viram uma nota de €100.
    Qual dos três a apanhou?
    Claro que foi o Pai Natal, porque os outros dois não existem!

     
  • Anedota Comentar!
    570 dias · , , , , , , , , , , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Joãozinho falava com sua mãe pedindo uma bicicleta… 

    Joãozinho falava com sua mãe pedindo uma bicicleta nova. Sua mãe decidiu que seria uma boa oportunidade para ele tomar consciência das suas atitudes e falou:

    • Bem, Joãozinho, agora não é época de Natal e nós não temos dinheiro para ir comprar qualquer coisa que tu queiras. Que tal escreveres uma carta para Jesus e pedir para ganhar uma bicicleta?

    Ele finalmente resolveu se sentar e escrever a tal carta:
    “Querido Jesus: Fui um menino bonzinho este ano e gostaria de ganhar uma bicicleta nova. Seu amigo, Joãozinho.”
    Mas Joãozinho lembrou-se que, na verdade, Jesus sabia que tipo de menino ele era. Então, rasgou a carta e resolveu tentar mais uma vez.
    “Querido Jesus: Tenho sido um menino querido este ano e quero uma bicicleta nova. Sinceramente, Joãozinho.”
    Bem, Joãozinho sabia que não estava a ser totalmente honesto. Rasgou a carta mais uma vez e tentou novamente.
    “Querido Jesus: Acho que fui um menino bonzinho este ano. Posso ganhar uma bicicleta ? Joãozinho.”
    Foi então que Joãozinho olhou para o fundo de sua alma, o que, aliás, era o que sua mãe queria desde o começo. Amassou mais uma vez a carta e saiu para a rua e entrou numa igreja. Meditou sobre o que ia fazer e repentinamente agarra numa imagem de uma santa e sai a correr para casa. Escondeu a santinha em baixo da sua cama e escreveu a seguinte carta:
    “Jesus, tenho a sua mãe! Se quiser vê-la novamente, dê-me uma bicicleta!
    Assinado: Você sabe quem.”

     
  • Anedota Comentar!
    591 dias · , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Dois bêbados se encontram na rua perto do… 

    Dois bêbados se encontram na rua perto do boteco. Um deles diz:
    -Pô meu! Eu tava indo na sua casa te chamar pra tomar umas… -Ah… Então vai lá, que eu fico aqui te esperando…

     
  • Anedota Comentar!
    601 dias · , , rua   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    – Então porque faltaste hoje à escola –… 

    – Então porque faltaste hoje à escola? – Estive doente com febre, respondeu o Manel. – Não estejas a mentir, disse o professor, pois eu vi-te a correr na rua. – É que a minha mãe viu-me tão doente que me mandou ir logo a correr chamar o médico.

     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar