Com as tags: casal Mostrar/Esconder Comentários | Atalhos de Teclado

  • Anedota 14:53 em 13 August, 2018 | Comentar!
    casal, financas, jardineiro   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Um casal que estava um pouco mal de finanças estava a discutir 

    Um casal que estava um pouco mal de finanças estava a discutir.

    • Se você soubesse cozinhar, podíamos dispensar a cozinheira e já era algum que se poupava!
    • E se você soubesse fo_ podíamos dispensar o jardineiro!
     
  • Anedota 6:15 em 13 August, 2018 | Comentar!
    casal, , , ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Foi um casal para a sua lua-de-mel, mas o noivo desconhecia 

    Foi um casal para a sua lua-de-mel, mas o noivo desconhecia por completo o que teria que “fazer”. Já no quarto, o noivo, muito nervoso, telefona para o seu pai.
    O pai, já a par da história diz ao filho: – Calma, presta atenção ao que eu te vou dizer: primeiro tira a tua roupa -e ele tirou; agora tira a roupa dela -e ele tirou; deita-a na cama -e ele deitou; apaga a luz -e ele apagou; e agora atenção, isto é o mais importante, …, atira-te para cima dela!
    Ele atirou-se e deu uma valente cabeçada na mesinha de cabeceira.
    Pegou novamente no telefone e disse: – Ai, …, ai, e agora?

    • Agora continua! – disse o pai.

    E ele, agora confiante, continuou a dar valentes cabeçadas na mesinha de cabeceira!…

     
  • Anedota 2:43 em 9 July, 2018 | Comentar!
    casal,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Estava um casal de namorados a namorar quando o rapaz tem uma tremenda vontade de escarrar. Pensa ele:

    • “Bem, se eu escarro para o chão ela chama-me porco; se eu engolir é nojento_”

    De repente a rapariga dá-lhe um tremendo beijo na boca e diz:

    • Apanhei-te a chiclete. Apanhei-te a chiclete!
     
  • Anedota 9:41 em 8 July, 2018 | Comentar!
    anel, beijo, casal, ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Um casalinho de namorados estava num banco de jardim, beijo daqui beijo dali, apalpadelas, beliscões. Até que ele lhe pergunta se pode meter o dedinho na coisinha dela. Ela faz-se muito esquisita e depois de muita insistência ela lá concorda :

    • Mas com cuidado que sabes muito bem que eu quero casar virgem.
    • Está bem, vais ver como tu até gostas !

    Passado um bocado ela lá consegue disfarçar e fazer uma cara de zangada :

    • Zé, pára que me estás a magoar com o anel !
    • Mas filha, não é o anel que eu tirei-o… Só se for o relógio!
     
  • Anedota 8:35 em 29 November, 2017 | Comentar!
    casal   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Duas mulheres conversam.
    — Ando a ler um livro magnífico, cheio de suspense. Nunca se sabe se vai acabar numa catástrofe ou num final feliz.
    — Ah, sim — diz a outra. — Emprestas-mo? É um policial, não é?
    — Não, é um livro de cozinha.

     
  • Anedota 4:12 em 29 November, 2017 | Comentar!
    casal   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    No hipermercado, dois homens chocam com os respectivos carrinhos de compras.
    Ambos se desculpam e um deles pergunta:
    — O que é que está a fazer?
    — Distraí-me à procura da minha mulher.
    — Que coincidência, eu também.
    — Como é a sua?
    — Loira, alta, olhos azuis, pernas bem torneadas, seios salientes e lábios carnudos. E a sua?
    — Que se lixe a minha, vamos procurar a sua!

     
  • Anedota 0:05 em 29 November, 2017 | Comentar!
    casal   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Num restaurante, um homem janta só. Na mesa ao lado, uma jovem está também sozinha. A dado momento, ele levanta-se, inclina-se para ela e pede-lhe delicadamente:
    — Dá-me licença que leve a mostarda?
    — É lamentável o que me está a propor! — grita a jovem. — O senhor não tem vergonha?
    Todo o restaurante se vira para eles. O homem, vermelho como um tomate, balbucia:
    — A senhora compreendeu mal. Eu apenas lhe pedi a mostarda…
    — Nunca ouvi uma coisa como esta! O senhor é um ordinário!
    O homem volta para o lugar, observado severamente por toda a gente. A mulher paga a sua despesa, vai à mesa dele e diz em voz baixa:
    — O senhor desculpe a minha atitude. Tenho de lhe dar explicações. Sou socióloga e estou a preparar uma tese sobre as reacções dos homens perante uma situação embaraçosa na presença de público. Eu fiz este teste e espero que não fique a pensar mal…
    É a altura de o homem gritar:
    — O quê? Quinhentos euros mais o hotel?! Você não vale tanto!

     
  • Anedota 19:44 em 28 November, 2017 | Comentar!
    casal   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    No metro, à hora de ponta, um indivíduo, para não se desequilibrar, pousa a mão ligeiramente no ombro de uma rapariga, que lhe diz:
    — Oiça lá! Não poderia pôr a mão noutro sítio?
    — Eu gostaria… Mas não me atrevo.

     
  • Anedota 15:27 em 28 November, 2017 | Comentar!
    casal   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    A amiga:
    — Mas então… a família dele não concorda com o vosso amor?
    Ela:
    — Não. Fazem tudo para nos separar.
    A amiga:
    — Que horror! Como pode haver pessoas assim!
    Ela:
    — E a pior de todas é a mulher dele!…

     
  • Anedota 11:09 em 28 November, 2017 | Comentar!
    casal   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Sabe, Josefina, que o vinho do Porto a torna muito mais bonita?
    — Ora deixe-se de coisas. Eu não bebi vinho do Porto…
    — Mas bebi eu.

     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar