Com as tags: moita Mostrar Comentários | Atalhos

  • Anedota Comentar!
    237 dias · , , , , moita, , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    O cara foi numa festa na casa de um cara muito rico. Chegando lá, ele quis tirar a barriga da miséria e comeu e bebeu de tudo que viu pela frente.

    Lá pelas tantas, lhe deu uma dor de barriga daquelas de fazer até bico. Desesperado ele começou a procurar um banheiro e não achava. Já não suportando, ele correu para o jardim e se entocou atrás de uma moita e descarregou todo aquele peso.

    Após se limpar, ele olhou para baixo para ver o serviço que tinha feito mas a merda não estava lá.

    – Não é possível !!! – pensou ele.

    Mesmo assim ele voltou para festa, indignado, pois como poderia sumir tanta merda ?

    Ao chegar na sua casa o rapaz não conseguiu dormir pensando no acontecido.

    No outro dia cedo ele foi até a casa onde aconteceu a festa, para procurar a merda, bateu na porta e foi atendido pelo dono:

    – Olha ontem eu esqueci meu chaveiro ai pelo seu jardim, será que eu posso dar uma procurada?

    E o dono:

    – Vai meu, procura faz o que voçê quiser. Já me bagunçaram com a casa toda, sujaram tudo, tem gente até agora dormindo pelo quintal. Até em cima da minha tartaruga cagaram ontem…
     
  • Anedota Comentar!
    528 dias · moita, , ze   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    De uma moiteira ouve-se:

    • Ai! Zé, tira os óculos que me estás a magoar!

    Passado pouco tempo:

    • Porra zé, põe lá a porcaria dos óculos que estás outra vez a lamber a erva!
     
  • Anedota Comentar!
    726 dias · , , , , , , moita,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    A loira não conseguia arrumar emprego de jeito nenhum. No desespero, ela resolveu tomar uma atitude extrema para ganhar dinheiro, seqüestrar uma criança.

    Depois de horas definindo o plano, ela encaminhou-se para um playground, num bairro de luxo, viu um menino muito bem vestido, puxou-o para trás da moita e foi logo escrevendo o bilhete:

    “Querida mãe, isto é um seqüestro. Estou com seu filho. Favor deixar o resgate de dez mil reais, amanhã, ao meio-dia, atrás da árvore do parquinho.”

    Assinado: Loira seqüestradora!

    Então ela pegou o bilhete, dobrou-o e colocou no bolso da jaqueta do menino, dizendo:

    – Agora vai lá, corre e entregue esse bilhete para a sua mãe!

    No dia seguinte, a loira vai até o local combinado e encontra uma bolsa. Ela a abre, e encontra os dez mil reais combinados em dinheiro e um bilhete junto, dizendo:

    “Está aí o resgate que você me pediu. Só não me conformo como uma loira pode fazer isso com outra!”
     
  • Anedota Comentar!
    784 dias · , , , moita, , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    O casal estava por numa dureza enorme. Um dia o marido, que era cafajestão, falou pra mulher, que era bem saidinha:

    -Querida… não tem jeito! A única maneira da gente sair do sufoco é você fazer um “programinha”…
    -Mas querido… eu nem sei como se faz isso.
    -Não tem problema eu te ensino – disse o marido.

    Vamos fazer o seguinte:
    -Você fica, à noite, numa esquina e eu me escondo atrás de uma moita e qualquer dúvida você me pergunta, certo?

    À noite, foram pra uma esquina, o marido ficou escondido atrás do arbusto e ela ficou esperando algum “cliente” passar.
    Passaram-se uns dez minutos e apareceu um rapaz, num automóvel, que perguntou à mulher:
    -Você faz programa?

    A mulher, meio sem jeito, pediu pra ele esperar um pouquinho, foi até o arbusto e perguntou, em voz baixa, pro marido:
    -Benzinhôôô…, eu faço programa?
    -Diz pra ele que você faz programa!

    Voltou pro carro e falou pro rapaz:

    -Sim, eu faço programa.
    -E quanto você cobra?
    A mulher, novamente, vai até o arbusto e pergunta pro marido: – Benhê…, quanto eu cobro?

    E o marido:
    -Diga pra ele que você cobra 100 reais.
    Ela volta ao carro e diz pro rapaz: – cem reais.
    E o rapaz: – cem reais?… Merda, você é muito gostosa, vale mas… eu só tenho setenta.
    A mulher voltou pro arbusto e contou pro marido: – Benzinho… ele só tem 70.
    E o marido: – Diga pra ele que, por 70, só uma pegadinha no pau dele.
    E a mulher falou pro rapaz – Olha… por 70 só dou uma pegadinha no teu pau!
    E o rapaz: – Tudo bem! Entre no carro!
    E quando a mulher entrou no carro o rapaz desabotoou a calça e colocou para fora um -bilau- enorme, luzindo de duro. A mulher, vendo “aquilo tudo”, falou pro rapaz:
    Espere um pouco, eu já volto.
    Saiu do automóvel e foi até a moita onde estava o marido e perguntou, toda dengosa:

    -Benhê, me diz uma coisa: – Você não teria aí trinta reais pra emprestar pro moço, não?

     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar