Com as tags: ferrari Mostrar Comentários | Atalhos

  • Anedota Comentar!
    202 dias · , , , ferrari, , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Um sujeito encontra um amigo que não via… 

    Um sujeito encontra um amigo que não via há muito tempo e, querendo ser simpático, inicia a conversa:
    – Então, como estás Paulinho?
    – Péssimo!
    – O quê! Péssimo! Com aquele Ferrari que tu tens?
    – Ficou destruído num acidente. E o pior é que o seguro tinha acabado de vencer.
    – Bem, vão-se os anéis, mas ficam os dedos. E o teu filho, esse puto tão inteligente?
    – Morreu. Conduzia o Ferrari.
    O sujeito tenta fugir daquele assunto tão trágico:
    – E tua filha linda, que mais parecia um modelo?
    – Morreu. Estava junto com o irmão. Só a minha mulher é que não estava no carro.
    – Graças a Deus! Como está ela?
    – Fugiu com o meu sócio.
    – Bem. Pelo menos a empresa ficou só para ti.
    – Ela fugiu com ele porque me roubaram tudo. Deixaram a firma falida! Totalmente falida. Estou a dever milhões!
    – Porra! É melhor mudar-mos de assunto. E o teu clube?
    – Sou do Sporting.
    – Foda-se, Paulinho! Não tens nada positivo?
    – Tenho. SIDA.
     
  • Anedota Comentar!
    345 dias · , , , , , ferrari, , , , , , , , , , , , , , ,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Numa escola de Lisboa onde há alunos de… 

    Numa escola de Lisboa, onde há alunos de vários estratos sociais, durante uma aula de Português, a professora perguntou:
    – Dêem exemplos de frases com a palavra ÓBVIO?
    Cátia Vanessa, uma das alunas mais aplicadas da turma, sempre muito bem vestida, ar de menina bem, respondeu:
    – Senhora professora, hoje acordei bem cedo, ao nascer do sol, depois de uma óptima noite de sono no conforto do meu quarto. Desci a enorme escadaria da minha vivenda e fui à copa onde tomei o pequeno-almoço. Depois de me deliciar com as mais apetitosas iguarias fui até à janela que dá para o jardim. Vi a porta da garagem aberta e que lá se encontrava guardado o Ferrari do meu pai. Pensei cá com os meus botões: ‘É ÓBVIO que o papá foi trabalhar de Mercedes’.
    Luís Cláudio, aluno de família classe média, não quis ficar atrás e disse:
    – Professora, hoje não dormi nada bem porque o meu colchão é um bocado duro, mas apesar disso ainda consegui dormir alguma coisa. Tinha ligado despertador e por isso acordei a horas. Levantei- me cheio de sono, comi um pão torrado com manteiga e tomei café com leite. Quando sai para a escola vi o Fiat Uno do meu pai parado na garagem. Disse cá para comigo: ‘É ÓBVIO que o pai não devia ter gasolina e foi trabalhar de autocarro’.
    Embalado na conversa, Geofredo Motumba Júnior, um preto da Cova da Moura, também quis responder:
    – Féssora, hoje eu quasi num dormiu porqui houve cunfusão lá nos meu rua, com tiro e tudo. Só acordei di manhã porque estava a esmorrer di fome, mas num havia nada pra comer lá nos casa. Espreitei pela janela e viu os minha vó vistido cum os camisola dus Porto e cos jornal dibaixo dus braço e aí eu pensou: ‘É ÓBVIO qui vai cágá. Num sabi ler!!!’.
     
  • Anedota Comentar!
    547 dias · , , ferrari,   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    A secretária percebe que a braguilha do chefe… 

    A secretária percebe que a braguilha do chefe (que não usava cueca) está aberta. Para não parecer mal-educada, avisa-o de forma sutil:
    – Doutor Carlos, o senhor esqueceu a porta da sua garagem aberta.
    Ele fechou rapidamente o zíper e, apreciando a criatividade da moça, perguntou cheio de malícia:
    – Dona Ana, por acaso a senhora viu a minha Ferrari vermelha?
    – Não, senhor. Tudo o que eu vi foi um fusquinha antigo e desbotado, com os dois pneus traseiros totalmente despejados…
     
  • Anedota Comentar!
    1497 dias · , ferrari, porche   
    facebook twitter reddit whatsapp messenger telegram share

    Estavam dois alentejanos sentados numa esplanada quando passa um automóvel 

    Estavam dois alentejanos sentados numa esplanada quando passa um automóvel a grande velocidade. Passada meia-hora diz o primeiro alentejano: – Era um Porche!
    Meia-hora mais tarde diz o segundo: – Não era nada, era um Ferrari.
    Duas horas mais tarde diz o primeiro para o segundo: – Eu vou mas é embora que a conversa já cheira mal!…

     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar