Ultimas Anedotas ou Piadas Publicadas Página 257 Mostrar/Esconder Comentários | Atalhos de Teclado

  • Anedota 15:00 em 27 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — E porque saiu da casa onde estava?
    — Porque o patrão me deu um beijo.
    — Está bem. E você não gostou que ele fizesse isso, não é verdade?
    — Eu, cá por mim, gostei. Mas quem não gostou foi a senhora…

     
  • Anedota 10:39 em 27 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Porque é que a senhora pediu uma criada bem educada?
    — Porque para malcriada, cá em casa, já estou eu.

     
  • Anedota 6:31 em 27 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O patrão, furioso, para a criada:
    — Afinal, quem é que manda aqui? Sou eu ou é você?
    — Nem um nem outro. É a senhora.

     
  • Anedota 1:56 em 27 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Sabes qual é a semelhança entre uma mota, uma mulher e um isqueiro?
    — Não.
    — Nunca pegam à primeira tentativa.

     
  • Anedota 21:44 em 26 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — O meu avô é tão importante que todos lhe chamam excelência — dizia o neto de um embaixador.
    O sobrinho de um cardeal diz:
    — Isso não é nada. O meu tio é tão ilustre que todos lhe chamam eminência.
    Diz o outro:
    — Olha que grande coisa! O meu pai, só por ser gordo, quando passa na rua toda a gente exclama: meu Deus!

     
  • Anedota 17:18 em 26 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Ó tio José: qual é mais veloz — um cavalo de corridas ou um pombo?
    — Se forem os dois a pé, é o cavalo.

     
  • Anedota 15:06 em 26 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Sabem porque é que os Alentejanos têm sempre… 

    Sabem porque é que os Alentejanos têm sempre uma navalha no bolso? Porque, não têm cornos para se defender!

     
  • Anedota 13:06 em 26 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Dizia um chefe da pior espécie para um subordinado:

    • Aposto em como gostarias de me ver morto, só para teres o prazer de cuspires na minha sepultura!
    • Isso não. Nunca gostei de me meter em filas.
     
  • Anedota 8:59 em 26 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O patrão, desesperado, para o empregado:
    — Pronto. Acabou-se a conversa. Não falo com burros. O empregado:
    — Pois eu falo. E entendo-os.

     
  • Anedota 4:41 em 26 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Um funcionário da Assembleia da República vai falar com o chefe:
    — Chefe, os nossos arquivos estão a abarrotar. Será que não poderíamos deitar fora as pastas e documentos com mais de vinte anos?
    — Óptima ideia! Mas antes tire uma cópia de tudo.

     
  • Anedota 0:20 em 26 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Numa direcção-geral, o director para o seu chefe de serviços:
    — Segundo ordens superiores da ministra, por uma questão de economia, temos de despedir dez funcionários. Trate disso.
    — Mas, senhor director, só temos seis.
    — Não importa. Contrate mais quatro e depois despeça-os a todos.

     
  • Anedota 20:09 em 25 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    • Meninos, dizia o sr. prior na catequese, se quiserem, iremos todos para o Céu.
    • Não quero — disse o Pedro, aflito.
    • Então porquê?
    • Porque a minha mãe disse para ir direitinho a casa logo que saísse.
     
  • Anedota 15:42 em 25 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Eduardo morreu e foi para o Céu; Alberto morreu e foi para o Inferno. Passados tempos, os dois fantasmas encontram-se e o Eduardo perguntou ao amigo:
    — Então que tal te dás lá pelo Inferno?
    — Bem… A temperatura é agradável, trabalha-se pouco… enfim… não se está mal… E tu?
    — Nós no Céu trabalhamos vinte e duas horas por dia — responde o outro —, limpamos o Sol, puxamos brilho às estrelas, lavamos as nuvens…
    — Mas porque trabalham tanto?
    — Que queres? O serviço é muito e somos tão poucos no Céu…

     
  • Anedota 11:26 em 25 October, 2017 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    No Paraíso, toda a gente parece andar entediada. São Pedro faz uma proposta:
    — Vamos dar uma volta pela Terra… há por lá coisas novas para ver, ao que parece… Que acham? Podemos distrair-nos um pouco.
    — Eu não vou! — disse Deus. — Estou muito velho para
    empreender essa viagem.
    — Eu também não vou! — disse Jesus. — Uma vez, já me chegou. Tão depressa não ponho os pés nesse planeta.
    — Eu iria de boa vontade — diz o Espírito Santo —, mas nunca antes de eles lá em baixo proibirem o tiro aos pombos.

     
  • Anedota 6:50 em 25 October, 2017 | Comentar!
    ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Um motorista de autocarro e um padre morrem no mesmo dia. O motorista vai para o Céu e o padre para o Inferno.
    — Porquê? — pergunta o padre a Deus.
    — Porque os seus paroquianos adormeciam quando você pregava, ao passo que o motorista, sempre que conduzia, todo o mundo rezava.

     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar