Ultimas Anedotas ou Piadas Publicadas Página 3 Mostrar/Esconder Comentários | Atalhos de Teclado

  • Anedota 11:55 em 3 July, 2020 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Todas as noites, ao deitar-se, o bêbado atirava as botas ao chão com violência. O vizinho do andar de baixo, tantas vezes foi acordado por aqueles estrondos, que um dia não se conteve. Saiu-lhe ao caminho, fez-lhe ver que aquilo o incomodava, porque tinha de se levantar cedo, e às vezes acordava tão sobressaltado que já não conseguia dormir. O bêbado desculpou-se e prometeu não tornar a atirar com as botas.
    Nessa noite, duas da madrugada, o bêbado, ao deitar-se, arremessa a primeira bota. Acorda o vizinho de baixo, amaldiçoa a sua sorte, e fica esperando ouvir cair a segunda bota, para depois tentar adormecer. Espera, acende um cigarro, pega no jornal, impacienta-se, vê passar uma hora… e resolve subir ao andar de cima. Bate à porta até o bêbado lhe responder, e pergunta:

    • Ó vizinho! Então quando é que deixa cair a outra bota?

    Responde o outro, chateado e ensonado:

    • Eu esta noite pus a outra bota no chão com muito cuidado.
     
  • Anedota 23:45 em 2 July, 2020 | Comentar!
    ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O bêbado, com um trapo velho, anda a tourear tudo o que vê: pessoas, candeeiros, automóveis, manequins e vai soltando «olés!» de satisfação. O polícia leva-o para a esquadra e, aí, o bêbado toureia o chefe da esquadra, que sem meias medidas lhe assenta uma bofetada que o atira ao chão. O bêbado levanta-se, tenta empertigar-se, e diz com a altivez que a bebedeira permitia:
    — Saiba V. Ex. que em 15 anos de toureio é a primeira vez que sou colhido!

     
  • Anedota 16:03 em 2 July, 2020 | Comentar!
    , ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Um dia estava com tanta fome que comi… 

    Um dia, estava com tanta fome que comi o meu papagaio – contou o explorador ao amigo. E a que é sabia? Peru, ganso selvagem, tordo… aquele papagaio era capaz de imitar tudo.

     
  • Anedota 11:32 em 2 July, 2020 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O homem embriagava-se habitualmente mas não desistia de andar de bicicleta, e a mulher avisava-o:
    — Ó homem, tu andas de bicicleta nesse estado, e um dia vais parar ao hospital…
    Respondia ele:
    — Deixa lá, mulher; tu não vês que Deus me guarda?
    Um dia caiu, e foi mesmo parar ao hospital. A mulher foi vê-lo:
    — Eu não te dizia que um dia havias de vir parar ao hospital? Dizias «Deus guarda-me», «Deus guarda-me» mas agora não te guardou…
    — Oh, mulher! Tu não vês que Deus há só um, e os bêbados ontem eram tantos.

     
  • Anedota 11:32 em 2 July, 2020 | Comentar!
    ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O chefe da esquadra:
    — Você não tem mesmo vergonha nenhuma! Da última vez que cá esteve prometeu que não tornava a embebedar-se, e que ia ser outro homem.
    — Pois prometi, senhor chefe. E sou. O pior é que este agora ainda gosta mais de vinho que o outro.

     
  • Anedota 23:17 em 1 July, 2020 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O médico não tem dificuldade em diagnosticar a origem dos males de que se queixa o cliente.
    — Estenda o braço, diz ao doente.
    O braço está agitado por tremores contínuos.
    — É claro. Você bebe demais.
    — Não tanto como isso — responde o doente —, eu entorno muito.

     
  • Anedota 13:29 em 1 July, 2020 | Comentar!
    , , , , ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Cansada das brincadeiras sobre sua burrice a loira… 

    Cansada das brincadeiras sobre sua burrice, a loira resolveu pintar o cabelo de preto.
    Para comemorar o novo visual, foi dar uma volta de carro pelo campo e lá encontrou um pastor de ovelhas:
    — Bom dia, senhor pastor! Que lindo rebanho o senhor tem!
    — Obrigado!
    — Se eu acertar quantas ovelhas há em seu rebanho, eu ganho uma?
    — Claro! Duvido que a senhora seja capaz!
    — São 627!
    — Impressionante! Esse e o número exato de ovelhas do meu rebanho. Pode escolher uma, ela e sua!
    A loira olhou com atenção todas aquelas ovelhas macias e, depois de muito acariciá-las, selecionou uma e quando a estava levando para o carro o pastor chamou:
    — Moça! Se eu adivinhar a cor original do seu cabelo, a senhora devolve o meu cachorro?

     
  • Anedota 10:56 em 1 July, 2020 | Comentar!
    ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O bêbado está encostado a uma árvore. Passa o polícia, que já o conhece, e diz-lhe:
    — Caramba! Você sempre bêbado, sempre bêbado! Quando é que acaba com isso?! Você nunca mais deixa de estar bêbado.
    — Hum! E você? Sempre polícia! Sempre polícia!

     
  • Anedota 22:24 em 30 June, 2020 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O bêbado vai de encontro a uma senhora e diz-lhe:
    — A senhora é feia.
    Um bocado depois torna a encontrá-la, fixa-a e diz:
    — Já lhe disse: a senhora é feia.
    — E o senhor é bêbado — responde ela.
    — Pois sim. Mas eu amanhã já estou bom…

     
  • Anedota 16:42 em 30 June, 2020 | Comentar!
    , , , ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Não se sabe como mas um turco conseguiu… 

    Não se sabe como, mas um turco conseguiu pegar dinheiro emprestado de um Judeu. Acontece que o Turco nunca pagava nenhuma de suas dívidas e o judeu nunca deixava de receber o que lhe deviam. O tempo passa, o turco enrolando e o Judeu atrás dele. Até que um dia eles se cruzaram no bar de um português e começaram uma discussão. O turco encurralado não encontrou outra saída, pegou um revólver encostou na própria cabeça e disse:

    • Eu posso ir para o inferno, mas não pago esta dívida!

    E puxou o gatilho, caindo morto no chão.
    O judeu não quis deixar por menos, pegou o revólver do chão, encostou na sua cabeça e disse:

    • Eu vou receber esta dívida, nem que seja no inferno!

    E puxou o gatilho, caindo morto no chão.
    O português, que observava tudo, pegou o revólver do chão, encostou na sua cabeça e disse:

    • Pois eu não perco esta briga por nada!
     
  • Anedota 10:03 em 30 June, 2020 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O homem volta a casa de madrugada. Infelizmente, a mulher está acordada, à espera dele, e recebe-o com a colher de pau na mão:
    — Cuba de vinho! Bêbado! Pergunto a mim mesma que desculpa é que tu vais arranjar.
    E ele, com sinceridade.
    — Também eu!

     
  • Anedota 21:57 em 29 June, 2020 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Entre amigos:
    — O Zé faz mal em beber tanto. Olha como ele cambaleia.
    — Ele faz mal é em andar.

     
  • Anedota 11:33 em 29 June, 2020 | Comentar!
    , , ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Uma loira e um advogado estão sentados lado… 

    Uma loira e um advogado estão sentados lado a lado num vôo de São Paulo para Belém.
    De repente o advogado diz:
    Eu aprendi um jogo interessante aqui em São Paulo! Você não quer jogar comigo?
    Não, moço… Obrigado… Eu só quero dormir mesmo! ? e vira pro lado pra tirar uma soneca.
    Por favor! ? insiste o advogado ? É um jogo fácil e bastante divertido!
    Como é esse jogo? ? pergunta a loira contrariada.
    É assim: eu te faço uma pergunta e se você não souber a resposta me paga cinco reais! Aí depois é a sua vez!
    A loira pensou, pensou e disse:
    Não estou interessada! ? virando novamente pra tirar uma soneca.
    OK, então se você não souber a resposta me paga cinco reais e se eu não souber, te pago quinhentos!
    Tá bom, vai! ? finalmente concordou a loira ? Faz logo a primeira pergunta!
    Qual a distancia exata entre a Terra e a Lua?
    A loira não disse nenhuma palavra, abriu a bolsa, pegou cinco reais e entregou ao advogado. Então ela perguntou:
    O que é que sobe a montanha com três pernas e desce com quatro pernas?
    O advogado pensou, pensou e pagou os quinhentos reais para a loira.
    Muito obrigada! Foi um prazer jogar com você! ? disse ela, virando-se para tirar a tão desejada soneca.
    Peraí! ? diz o advogado ? Qual é a resposta da sua pergunta?
    Então a loira abriu a bolsa, deu cinco reais ao advogado e voltou a dormir.

     
  • Anedota 9:47 em 29 June, 2020 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Dois amigos andaram juntos na paródia, toda a noite. No fim, um deles está tão bêbado, que o outro resolve ir acompanhá-lo a casa.
    — Não posso subir a escada sozinho! Sou capaz de partir a cabeça. O amigo põe-o aos ombros, sobe ao terceiro andar, abre a porta e atira-o lá para dentro. Ao descer, fica espantado por o encontrar estendido no portal. Sobe com ele novamente, faz a mesma coisa, e, quando desce, encontra-o outra vez lá em baixo.
    — Parece mas é que estás a gozar comigo!
    — Vê lá mas é se fazes as coisas como deve ser. Já são duas vezes que me atiras pelo buraco do elevador!

     
  • Anedota 21:42 em 28 June, 2020 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O médico, a um doente que o foi consultar:
    — Essa falta de vista que você vai notando é devida ao abuso do álcool. Não lhe restem dúvidas.
    — Não creio isso, doutor — responde o doente — Precisamente quando bebo vejo tudo a dobrar, e até a triplicar…

     
  • Anedota 12:14 em 28 June, 2020 | Comentar!
    , , , , , , , , ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Seu João pensou melhor e decidiu que os… 

    Seu João pensou melhor e decidiu que os ferimentos que sofreu num acidente de trânsito eram sérios o suficiente para levar a transportadora (dona da pick up) para o tribunal.
    No tribunal, o advogado da transportadora começou a inquirir seu João:

    • O Senhor não disse na hora do acidente: “Estou bem”?

    Seu João responde:

    • Bem, vou lhe contar o que aconteceu, eu tinha acabado de colocar minha mula favorita na caminhonete…
    • Eu não pedi detalhes, – interrompeu o advogado – só responda a pergunta. O Senhor não disse na cena do acidente: “Estou bem”?
    • Bem, eu coloquei a mula na caminhonete e estava descendo a rodovia…

    O Advogado interrompe novamente e diz:

    • Meritíssimo, estou tentando estabelecer os fatos aqui, na cena do acidente este homem disse ao patrulheiro rodoviário que estava bem. Agora, várias semanas após o acidente ele está tentando processar meu cliente, isso é uma fraude. Por favor poderia dizer a ele que simplesmente responda a pergunta?

    Mas a essa altura o Juiz estava muito interessado na resposta de Seu João e disse ao advogado:

    • Eu gostaria de ouvir o que ele tem a dizer.

    Seu João agradeceu ao Juiz e prosseguiu:

    • Como eu estava dizendo, eu coloquei a mula na caminhonete e estava descendo a rodovia quando uma pick up atravessou o sinal vermelho e bateu na minha caminhonete bem na lateral. Eu fui lançado fora do carro para um lado da rodovia e a mula foi lançada ao outro lado. Eu estava muito ferido e não queria me mover. De qualquer forma eu podia ouvir a mula zurrando e grunhido e pelo barulho eu pude perceber que o estado dela era muito ruim.

    Logo após o acidente o patrulheiro rodoviário chegou ao local. Ele ouviu a mula gritando e zurrando e foi até onde ela estava. Depois de dar uma olhada nela ele pegou a arma e atirou bem entre os olhos do animal. Então o policial atravessou a estrada com sua arma na mão, olhou para mim e disse:

    • A mula estava muito mal e eu tive que atirar nela, como está se sentindo?
     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar