Com as tags: criança Mostrar/Esconder Comentários | Atalhos de Teclado

  • Anedota 4:29 em 11 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Uma senhora entrou num supermercado levando o filho. A empregada olhando o garoto ofereceu-lhe um bolo.
    A mãe, voltando-se para o filho:
    — Então o que se diz à senhora? O garoto estendendo a mão:
    — Dê cá outro.

     
  • Anedota 3:46 em 10 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Carlitos, na última vez que fizeste anos, quantos tinhas?
    — Quatro!
    — E no próximo aniversário quantos terás?
    — Seis!
    — Não sejas parvo. Pensa bem.
    — Parvo, uma ova! É que eu hoje faço cinco!…

     
  • Anedota 15:37 em 9 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Uma do Luisinho para a tia solteirona:
    — Para que põe tanto pó de arroz na cara, minha tia?
    — Para ficar mais bonita.
    — E então porque é que não fica?

     
  • Anedota 3:10 em 9 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O namorado da irmã do miúdo:
    — Dou-te vinte e cinco tostões para me arranjares um dos caracóis do cabelo da tua irmã.
    O miúdo:
    — Olha! Se me desse cinco paus, até lhe trazia a cabeleira toda. Eu sei onde ela a esconde!

     
  • Anedota 15:06 em 8 October, 2020 | Comentar!
    criança,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Andava o senhor abade muito atarefado no quintal, procurando fixar pregos num muro à força de martelo, para segurar uma trepadeira, quando reparou num garotinho que o observava atentamente.
    — Então, meu amiguinho, queres aprender a jardineiro?
    — Não senhor…
    — Então estás admirado de me ver trabalhar assim?
    — Ná… Não senhor; era para ouvir o que o senhor abade dizia quando desse com o martelo nos dedos.

     
  • Anedota 2:40 em 8 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O Zezinho (de 7 anos) pergunta à mãe:
    — Mamã, quem é que traz os elefantes?
    — Bem…
    O miúdo interrompe-a:
    — Não me venhas com essa do conto da cegonha…

     
  • Anedota 14:23 em 7 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O empregado:
    — Não tem vergonha? Uma menina tão jovem a comprar cigarros?!
    — São para a mamã. Eu deixei de fumar há dois anos!…

     
  • Anedota 1:58 em 7 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    A mãe chega para o filho e pergunta:

    • Joãozinho, o que estás a estudar?
    • Geografia, mamãe.
    • Então diz-me: onde fica a Inglaterra?
    • Na pagina 83, mãe.
     
  • Anedota 13:40 em 6 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O Carlinhos faz um desenho e fala com a professora.
    O desenho representa a vaca a comer erva.
    — Onde está a erva?
    — Comeu-a a vaca.
    — Onde está a vaca?
    — Como não havia mais erva foi-se embora.

     
  • Anedota 1:28 em 6 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Uma garota, a irmã mais velha e a mãe estavam na igieja a rezar o padre-nosso. Quando chega a parte do «pão nosso de cada dia» a miúda vira-se para a mãe:
    — Oh mãe, não era melhor pedirmos logo o pão para uma semana inteira?
    A mais velha:
    — Cala-te, parva, pede-se todos os dias que é para ser sempre fresco e mole!

     
  • Anedota 13:18 em 5 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Um miúdo entra no autocarro para dar um passeio e senta–se no banco logo atrás do condutor. A certa altura, começa a cantar:
    — Se o meu pai fosse um porco e a minha mãe uma porca, eu seria um porquinho. Se o meu pai fosse um cão e a minha mãe uma cadela, eu seria um cachorrinho…
    O condutor, que estava já farto daquela cantilena, virou-se e disse para o miúdo:
    — Olha lá, se o teu pai fosse estúpido e a tua mãe uma estúpida, o que é que tu serias?
    — Motorista de autocarro!

     
  • Anedota 1:04 em 5 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O fotógrafo para o rapazito:
    — Olha o passarinho!
    — Deixe-se de parvoíces. Veja se abriu bem o diafragma, senão vai estragar o filme.

     
  • Anedota 0:29 em 4 October, 2020 | Comentar!
    criança   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — O teu cão morde? — perguntou o carteiro ao menino Carlinhos, que estava a apanhar sol à porta de casa.
    — Não — respondeu ele, muito enjoado.
    O carteiro avançou e o cão atirou-se-lhe às pernas.
    — Então tu não me tinhas dito que o teu cão não mordia?!
    — Esse cão é o da minha irmã…

     
  • Anedota 12:05 em 3 October, 2020 | Comentar!
    criança,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O professor perguntou ao menino Carlinhos:
    — Se ambos os teus pais tivessem nascido em 1958, que idade dizias que eles tinham?
    — Dependia…
    — Dependia de quê?
    — De perguntarmos ao meu pai ou à minha mãe…

     
  • Anedota 10:30 em 31 July, 2018 | Comentar!
    criança, , velhota   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Um grupo de sádicos decide matar uma avozinha. Juntam-se todos no topo de uma montanha e atiram a velhota.
    Desataram-se todos a rir, mas, lá no fundo encontram uma criança a chorar. Vão ao seu encontro e dizem:

    • Porque é que estás a chorar? Ainda agora atiramos a tua avó pela montanha abaixo!
    • E eu não vi! – responde a criança.
     
  • Anedota 18:04 em 30 July, 2018 | Comentar!
    criança, ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Estava uma senhora a conversar com uma criança magra e esfarrapada que brincava à beira da estrada.

    • Pobre criança. Que faz o teu pai?
    • O meu pai? Bebe!
    • Bem me parecia. E a tua mãe?
    • Também bebe!
    • Lamentável! Tens irmãos ?
    • Só um … Os outros morrerram todos quando eram pequeninos …
    • Pois, não me admira! E o que faz esse teu irmão?
    • O meu irmão está na faculdade de medicina.
    • Na Faculdade de medicina !?!? Mas isso é formidável! O que é que ele lá faz?
    • Está num frasco de álcool.
     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar