Um moço faz a corte a uma rapariga. Ela anuncia ao pai que se quer casar. Diz-lhe o pai:
— Com esse rapaz? Bom… e ele tem dinheiro?
— É extraordinário! Vocês, os homens, são todos a mesma coisa! Foi exactamente o que ele me perguntou a seu respeito.