— Eu, ao meu marido, só o vejo uma hora por dia.
— Credo, filha. Não sei como podes viver assim!
— Então… Uma hora passa depressa!