— O Raul é um rapaz sem palavra!…
— Não apareceu ao encontro?
— Não! Esperei por ele desde as sete até às sete e meia!
— E a que horas tinham combinado encontrar-se?
— Às seis horas…