O oculista:
— Como se vai dando com os seus óculos?
O avarento:
— Muito bem. Muito bem. E… sabe? Para poupar as lentes só me vou servindo da armação.