O actor Alfredo Henriques encontra-se um dia com um seu colega numa terra de província. Falam de teatros e de futuros e vantajosos contratos para a época de Inverno. Alfredo Henriques sente-se embaraçado, tantos são os contratos e as ofertas que lhe fazem.
— Imagina — diz ele — que acabo de receber uma proposta para ir cantar ópera! Sabes quanto me oferecem?
O outro, sem se desmanchar:
— Sei! A quarta parte do que tu vais dizer!