— Como sugestão de hoje, temos língua em molho Madeira! — diz o empregado ao freguês.
— Não, língua, não! Tenho nojo de uma coisa que sai da boca de um animal!
E o empregado:
— Que tal uma omeleta, então?