O sujeito vai ao médico.

  • Doutor, estou sofrendo de insônia! – confessa com voz preocupada.
  • Humm… há quanto tempo?
  • Há uns três ou quatro meses!
  • E quantas horas o senhor dorme por noite?
  • Veja bem, doutor, à noite eu durmo bem, e de manhã também… É à tarde que eu não consigo dormir direito!