Ultimas Anedotas ou Piadas Publicadas Página 247 Mostrar/Esconder Comentários | Atalhos de Teclado

  • Anedota 4:31 em 16 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O médico: — Posso gabar-me de que, felizmente, não tenho um só inimigo neste mundo!
    O outro médico: — E no outro?

     
  • Anedota 23:34 em 15 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Um conhecido médico operador, para um cliente:
    — O senhor poderá viver mais dois anos se eu o operar. O doente:
    — E quantos mais poderei viver se não consentir que me opere?

     
  • Anedota 19:09 em 15 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Prefiro morrer, a ser operada, senhor doutor.
    — Calma, minha senhora. Calma. Uma coisa não impede a outra.

     
  • Anedota 14:54 em 15 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Mandem chamar o coveiro. Sinto que vou morrer.
    — O coveiro? Vamos mas é chamar o médico.
    — Não. Eu não gosto de dar dinheiro a intermediários.

     
  • Anedota 10:41 em 15 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O médico para o doente:
    — Consultou algum outro médico antes de vir aqui?
    — Não, senhor doutor. Apenas o farmacêutico.
    — E que disparate é que ele lhe mandou fazer?
    — Mandou-me vir consultá-lo.

     
  • Anedota 6:23 em 15 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — De que se queixa? — pergunta o médico.
    — A verdade é que não sei… Trabalho como um burro, canso-me como um cão, durmo como uma marmota, como como um lobo…
    — Está enganado nesta casa. O senhor deve consultar um veterinário.

     
  • Anedota 2:10 em 15 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O veterinário detestava o médico do bairro mas como estava doente e não tinha outra escolha foi consultá-lo de muito má vontade.
    — Eu, quando trato dos meus pacientes, sou obrigado a descobrir a doença sem fazer nenhuma pergunta. Experimente fazer o mesmo.
    O médico concordou e depois de fazer um exame cuidadoso, sentou-se para redigir a receita.
    — Tome estes remédios. Se dentro duma semana o senhor não tiver melhorado, sinto muito. Vamos ter de abatê-lo.

     
  • Anedota 21:58 em 14 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Numa rua do Porto, uma mulher encontra uma amiga que traz um grande colar de supositórios ao pescoço.
    — Ouve lá, minha querida, que andas tu a fazer com isso?
    — A culpa é do médico — responde a outra —, disse-me que suspendesse o tratamento…

     
  • Anedota 17:32 em 14 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O médico para o vendedor de gelados:

    • O que é que você tem?
    • Coco, morango, abacaxi e chocolate.
     
  • Anedota 16:14 em 14 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Porque é que os alentejanos tem pimenta em… 

    Porque é que os alentejanos tem pimenta em cima da televisão? Para verem filmes picantes!

     
  • Anedota 13:24 em 14 January, 2018 | Comentar!
    ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Meu caro senhor — diz o psiquiatra ao cliente —, o seu caso é simples: o senhor tem dupla personalidade. São cem euros pela consulta.
    — Aqui tem cinquenta, senhor doutor. O que falta, o outro que pague.

     
  • Anedota 9:14 em 14 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Às três da manhã, o telefone toca em casa de um médico.
    — Está — ouve-se uma voz angustiada. — É Durand quem está ao telefone; sabe quem é, não sabe, doutor? É o seu fiel cliente Durand!…
    — Sim, sim… E o que houve?
    — Calcule, doutor, que estou em minha casa com um enorme grupo de amigos; passou-se uma bela noite — festejávamos o meu aniversário —, mas o estado de saúde de um dos meus amigos inquieta-me bastante. Ele não está bom…
    — E o que vê: elefantes, ou outros animais do mesmo género?
    — Não, não! E aí é que está o drama: a sala está cheia de elefantes cor-de-rosa e ele afirma que não vê um único!…

     
  • Anedota 4:42 em 14 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Doutor, é verdade que o senhor dá uma comissão a quem lhe arranjar um novo doente?
    — É, sim. Mas onde está o doente?
    — Sou eu, doutor.

     
  • Anedota 0:22 em 14 January, 2018 | Comentar!
    ,   
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    O psiquiatra estava a aconselhar o homem infeliz.
    — Arranje uma rapariga que tenha os seus gostos — disse ele.
    — Oh, doutor — protestou o cliente. — Para que quero eu uma rapariga que goste de assobiar às outras?

     
  • Anedota 20:08 em 13 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    — Caro senhor, eu sou o melhor psiquiatra do país e, por isso, também o mais caro. A minha consulta custa duzentos euros. Por esta quantia, o senhor pode fazer-me duas perguntas.
    — Duzentos euros e duas perguntas só?! — diz o doente.
    — O senhor não acha que é um bocado caro, doutor?
    — Talvez… talvez… Qual é a sua segunda pergunta?

     
  • Anedota 15:58 em 13 January, 2018 | Comentar!
      
    share on facebook tweet on twitter post to tumblr +1 on google+

    Uma mulher belíssima vai ao psiquiatra:
    — Doutor, preciso da sua ajuda. Todas as vezes que saio com um rapaz, logo no primeiro encontro vou para a cama com ele. É uma coisa incontrolável, não consigo resistir! No dia seguinte, fico deprimida e com um sentimento de culpa
    enorme.
    — Já sei! Quer livrar-se dessa compulsão, fortalecer o seu carácter e controlar melhor a sua vontade, não é?
    — Não, não é nada disso! Eu quero apenas que o senhor me ensine como é que faço para não ficar deprimida depois!

     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar