Com as tags: funcionário Mostrar/Esconder Comentários | Atalhos de Teclado

  • Hugo 18:59 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    Perguntaram um dia a um velho funcionário público, recém-reformado, e que acabava de comprar um aviário, se entendia alguma coisa de criação de galinhas.
    — Não — respondeu ele — Mas as galinhas entendem.

     
  • Hugo 18:59 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    O chefe do pessoal pergunta a um funcionário como se sentiria se tivesse de ficar, no serviço, às ordens duma mulher.
    — Sentia-me exactamente como na minha casa — respondeu o funcionário.

     
  • Hugo 18:59 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    — Já sei. Já estou farta de te ouvir dizer que precisas de descansar, homem! Más então porque não ficas a trabalhar mais uma hora ou duas na Repartição?

     
  • Hugo 18:59 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    — Porque estás a coxear?
    — Tenho um prego no sapato.
    — E porque é que não o tiras?
    — O quê? Na hora do almoço?! Tiro mais logo, quando pegar a trabalhar.

     
  • Hugo 18:59 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    — Na tua repartição trabalham quantos empregados?
    — Cerca de metade dos que lá estão.

     
  • Hugo 18:59 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    — Vou admitir um empregado que diz ter estado ao seu serviço. É o senhor Cícero. Pode dizer-me quanto tempo aí trabalhou?
    — Umas seis horas, aproximadamente.
    — Sim? Mas ele diz que esteve aí muito tempo.
    — Sim. Esteve cá dois anos.

     
  • Hugo 18:58 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    O empregado entra no escritório do chefe:
    — Senhor Director, desculpe que lhe diga, mas a minha mulher não me deixa viver: exige-me que lhe peça um aumento de ordenado. Diz que não se pode arranjar com o que ganho.
    O Director, um tanto estranho, responde:
    — Mas se lhe aumentei o ordenado há uns meses! E a sua mulher até me mandou um bilhete a agradecer, e dizendo que estava encantada com o novo ordenado… Então ela mudou de opinião tão depressa?
    O empregado baixa a cabeça e responde:
    — Não senhor. Eu é que mudei de mulher.

     
  • Hugo 18:58 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    Numa empresa parisiense um industrial recebe uma sedutora jovem pretendente a um lugar de secretária na empresa, e diz-lhe:
    — Lamento muito, mas, neste momento, não temos trabalho que justifique a sua contratação.
    — De qualquer modo — argumenta a encantadora rapariga — o que me interessa é ter um emprego. Não é trabalhar.

     
  • Hugo 18:58 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    Entusiasmados com os dotes físicos da nova funcionária do escritório, os dois chefes de secção combinam a melhor maneira de instruí-la sobre as suas funções.
    — Em primeiro lugar, temos de ensinar-lhe o que é certo e o que é errado — diz um deles.
    E o outro comenta:
    — De acordo, o que é certo ensina você…

     
  • Hugo 18:58 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    — Patrão: fui escolhido para representar os camaradas e venho aqui pedir aumento. Para todos. Não podemos aguentar as nossas famílias com os nossos salários que já há que tempos não são aumentados. O patrão tem de nos dar razão e resolver esta situação. Olhe, vê isto? Andamos todos assim. Os cintos já estão nos últimos furos, e já não nos seguram as calças…
    — Mas porque é que vocês não fazem como eu? Porque é que não usam suspensórios?

     
  • Hugo 18:58 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    Ao mostrar a um amigo uma fotografia, o Moreira explicou:
    — Foi tirada na repartição quando estava a trabalhar…
    — Então deve ter sido um instantâneo extraordinariamente rápido.

     
  • Hugo 18:58 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    Estão três miúdos (um francês, um inglês e um português) a discutir, quando diz o francês:
    — O meu pai é o mais rápido de todos: é piloto do Concorde e vai de Paris a Nova Iorque em três horas!
    O inglês discorda:
    — Nada disso! O meu pai é que é o mais rápido: é piloto de Fórmula Um e atinge trezentos à hora em dez segundos!
    Chega, finalmente, a vez do português:
    — Ora, os vossos pais são umas lesmas, comparados com o meu: é funcionário público, sai do trabalho às cinco da tarde e às quatro já está em casa!

     
  • Hugo 18:57 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    O Manuel é ajudante numa oficina de mecânica. O dono chama-o para a primeira tarefa:
    — Estou a consertar o pisca-pisca deste carro. Vai lá atrás e diz-me se está a funcionar.
    E o Manuel, olhando com atenção para a lanterna traseira:
    — Está a funcionar, não está a funcionar, está a funcionar, não está a funcionar…

     
  • Hugo 18:57 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    O psicólogo fazia testes para admissão de novos candidatos numa empresa.
    — O senhor pode contar até dez, por favor!
    — Dez, nove, oito, sete, seis, cinco, quatro, três, dois, um.
    — Porque contou de trás para frente?
    — É que eu trabalhava na NASA!
    — Sinto muito, está reprovado!
    Entra o próximo.
    — O senhor pode contar até dez, por favor!
    — Um, três, cinco, sete, nove, dois, quatro, seis, oito, dez!
    — Porque contou primeiro os ímpares e depois os pares?
    — Porque eu trabalhava como carteiro.
    — Sinto muito, está reprovado!
    Entra o próximo.
    — Antes de começarmos, por favor diga-me uma coisa, o que fazia no emprego anterior?
    — Eu era funcionário público!
    — Okay. O senhor pode contar até dez!
    — É claro! Dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez, valete, dama, rei, ás!

     
  • Hugo 18:57 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    O patrão diz ao empregado:
    — Notei que cortou o cabelo durante a hora de serviço. E respondeu o empregado:
    — Sim, o cabelo cresce na hora de serviço.
    — Mas não cresce todo na hora de serviço! — insiste o patrão.
    — Também não o cortei todo!

     
  • Hugo 18:57 em 29 November, 2013 | Comentar!
    funcionário   

    Na Segurança Social, um responsável anuncia a um empregado:
    — Meu caro amigo, tenho duas notícias a comunicar-lhe, uma má, outra boa.
    — Faça favor de dizer.
    — Em virtude do seu estado de saúde o senhor não pode voltar a trabalhar.
    — E qual é a má?

     

c
compor novo post
j
próxima post/próximo comentário
k
post anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
esc
cancelar