Um alentejano vai a Lisboa.
Chegando à capital, vê uma tasca com uma placa onde se lê: “Cachorros Quentes.”
Diz ele para consigo:

  • Bem, vamos lá experimentar.

Assim que é servido, o alentejano olha para o cachorro quente e diz:

  • Bolas… É que não tenho mesmo sorte nenhuma… Primeira vez que como um cachorro quente, e tinha logo que me calhar esta parte…