O papagaio estava preso, ao pé da porta da casa de banho. Um dia conseguiu soltar-se, entrou na casa de banho, e fechou a porta. Vem uma pessoa, bate, e ele responde: «Está ocupada». Vem outra, vem outra, e ele respondia smpre: «Está ocupada». Chamaram o dono da casa. Veio, bateu à porta e o papagaio continuava a dizer «Está ocupada». O homem resolve arrombar a porta. Então o papagaio, cruza as asas à frente do corpo e diz, muito zangado:
— Olhe lá: e se eu estivesse descomposto? Era bonito, não era?